Blog SistemasBr

controle-de-estoque

Confira algumas dicas de como otimizar seu controle de estoque

Aproveite a leitura deste artigo para conferir algumas dicas de como otimizar seu controle de estoque e, assim, obter os benefícios desta prática e evitar problemas comuns da falta de gestão de estoque, como por exemplo: custos financeiros, falta de organização, espaços físicos excessivos, furtos e desvios de mercadorias.

Dicas de como otimizar seu controle de estoque

Faça o balanço de estoque periódico

Para otimizar o controle de estoque, primeiramente é fundamental fazer o balanço periódico de entrada e saída de produtos e mercadorias. Com base nas informações registradas, é possível avaliar a demanda de mercado e padrões de consumo. Além disso, torna-se viável controlar possíveis desvios e perdas. Isso permite ao gestor estimar as vendas no curto, médio e longo prazos, estudando a rotatividade dos itens para planejar estrategicamente a reposição de produtos.

O controle dos itens estocados pode ser feito de forma manual, por meio de planilhas. Baixe gratuitamente a planilha para organizar a entrada e saída de seus produtos de forma eficiente e garantir bons resultados.

Utilize os dados para tomada de decisões

Ao efetuar uma gestão de estoque eficiente gestores passam a ter condições de tomar decisões que podem impactar positivamente em seu caixa e capital de giro. Fator que contribui para reduzir a dependência de capital de terceiros e, consequente, despesas financeiras para a manter seu negócio.

São muitas as vantagens de otimizar o controle de estoque, principalmente no que se refere à redução de custos e ampliação de ganhos. Por isso, faça o registro e acompanhe o controle de estoque para obter dados relevantes para o bom funcionamento da operação.

Saiba, por exemplo, quanto de recurso sua empresa tem investido em estoque, muitos produtos parados representam dinheiro retido. Identifique quais produtos vendem mais e utilize uma estratégia eficiente para compra desses itens, garantindo condições de negociação melhores com fornecedores, buscando sempre menores custos de aquisição e alongando prazos de pagamento.

Com acesso a esses dados, passa a ser possível analisar ainda os custos excessivos da empresa com impostos e tributos. Como muitas mercadorias adquiridas estão enquadradas no regime de Substituição Tributária, os impostos são gerados no ato da compra junto ao fabricante. Veja como reduzir os custos tributários da sua empresa com impostos indevidos neste artigo.

Adote a tecnologia como aliada

Para otimizar o controle de estoque é indispensável investir em um sistema de gestão comercial. Uma vez que as informações sobre o fluxo de entrada e saída de produtos são registradas em sistema, passam a ser disponibilizadas em tempo real, de forma simples e rápida para que gestores possam tomar decisões sobre quando, em qual quantidade e quais produtos comprar.  

Esse tipo de decisão é fundamental para garantir equilíbrio financeiro e rentabilidade ao negócio. Isso porque não torna o capital de giro escasso e respeita os limites do caixa da empresa, pois os produtos de maior fluxo de vendas e com menores níveis de estoques terão preferência no processo de compra.

Estoques parados representam altos custos, entre eles:
  1. Financeiros: a partir da aquisição é gerado o compromisso  do pagamento da mercadoria e caso ela não seja vendida antes do vencimento junto ao fornecedor haverá necessidade de financiamento do caixa da empresa para “bancar” esse estoque excessivo. Nesse caso a dica é comprar a quantidade que é vendida antes do vencimento do título de cobrança;
  2. Custos de Oportunidade: empresas que mantêm estoques parados ficam descapitalizadas para aproveitar ofertas e descontos proporcionadas pelo mercado, por não ter dinheiro em caixa disponível para as aquisições em razão dos altos estoques de produtos de baixo giro;
  3. Perdas e roubo: quanto maior o estoque maior a exposição patrimonial a riscos relacionados a pequenos acidentes, furtos, vencimentos de datas de validade de produtos. Algumas entidades do varejo nacional estimam perdas de até 3% do faturamento bruto em razão dessas ocorrências;
  4. Espaço: principalmente em grandes centros é fundamental a correta gestão dos estoques para que se diminua a necessidade de grandes espaços de estocagem, já que os custos com aluguéis são elevados, e acabam por diminuir espaços para áreas de vendas.

Ainda não utiliza um sistema de gestão para otimizar o controle estoque? Converse com um de nossos especialistas para saber como modernizar o controle de estoque da sua empresa.